Maternidade: experiência para toda a vida

Sexo frágil??? (Mirela com 1 mês e 22 dias de vida)

Segunda-feira, 25 de janeiro de 2010.

De semana passada pra cá tem sido barra. Dia sim, dia não, Mirela tem sofrido com cólicas terríveis, de se esguelar de chorar, e a sensação que temos é que aquelas dores não vão passar nunca. Por Deus, sempre como último recurso, uso Tylenol e quando o remédio começa a fazer efeito, ela acaba adormecendo, também talvez vencida pelo cansaço. Começa o dia super bem, mas a medida que o dia avança e a noitinha cai, começa o desespero que se prolonga até a noite…

Sábado, retirei tudo da minha alimentação e passei praticamente do dia inteiro tomando suco de maracujá e pão seco, sem nada dentro, fora o almoço, só arroz branco, quase na água e sal, e frango. Nesse dia, que minha alimentação foi quase zero, ela ficou super bem. Fui ao supermercado (eu mesma fui!!!) e comprei coisas que eu achava saudáveis e que poderiam substituir o que eu estava comendo: suco Ades de maçã, geléia de morango pra poder comer no pão, torrada integral, melancia. No domingo, entrei nesta minha nova alimentação, mas o dia foi péssimo… Como eu comi tudo novo num mesmo dia, nem dá pra saber o que fez mal pra ela. Na dúvida, hoje suspendi tudo isso, quer dizer, ficaram as torradas integrais puras, e voltei ao pão puro, torrada pura, maçã, suco de maracujá, arroz branco, salada só de batata e cenoura cozidas no vapor. Não sei mais o que comer. Tenho medo de “inovar” tentando acertar e me ferrar de novo.

Eu pensei que manteria a mesa dieta saudável da gravidez e estaria tudo certo. Mas que nada! Na amamentação, a dieta é muito mais restritiva. Ontem, meu marido deixou de comer camarões em solidariedade a mim…Coitado, se entrar nessa, vai secar!

Como minha alimentação está muito restrita, fiquei com medo de começar a enfraquecer e adoecer e também ficar sem nutrientes para Mirela. Assim, voltei a tomar Materna, que tomava durante a gravidez. Ela também é indicada para o período de lactação. Então, vai ser o jeito suplementar a alimentação com a vitamina.

No meio dessa confusão toda, lembrei esses dias de uma música das antigas do Erasmo Carlos, que antes achava bem piegas, mas agora fica martelando na minha cabeça e me soa como uma ode à mulher. Quem não é do meu tempo nem vai conhecer, mas vou colocar aqui a letra para vocês conferirem. Ele fez essa música inspirado na esposa dele, que deve ser bem merecedora, como todas nós…

Então, eu pergunto: nós que enfrentamos com toda a garra as dificuldades da maternidade, desde a gestação até quando os filhos nascem e crescem, somos o sexo frágil???

MULHER – Erasmo Carlos

Dizem que a mulher é o sexo frágil
Mas que mentira absurda
Eu que faço parte da rotina de uma delas
Sei que a força está com elas

Vejam como é forte a que eu conheço
Sua sapiência não tem preço
Satisfaz meu ego se fingindo submissa
Mas no fundo me enfeitiça

Quando eu chego em casa à noitinha
Quero uma mulher só minha
Mas pra quem deu luz não tem mais jeito
Porque um filho quer seu peito
O outro já reclama a sua mão
E o outro quer o amor que ela tiver
Quatro homens dependentes e carentes
Da força da mulher

Mulher, mulher
Do barro de que você foi gerada
Me veio inspiração
Pra decantar você nessa canção

Mulher, mulher
Na escola em que você foi ensinada
Jamais tirei um dez
Sou forte mas não chego aos seus pés

9 comments

  1. adoro essa música !!1 a letra é demais, uma declaração de amor e a pura verdade.. bjos mil que Deus abençoe vocês!!!

  2. aaahh,, tou com saudades viu!!! bjos

  3. Lenice de Mello Barbosa /

    Nossa, verdade, Tati!!!

    Que sexo frágil o quê!!!! kkk

    As cólicas logo vão passar, viu? É só uma fase!!! Mas que fase complicada, né?

    Grande beijo!!!

  4. Tati querida fico aflita com as cólicas da Mirela… já vi outras crianças berrarem muito por isso e sofro com elas, imagine você que é essa “mãezona” que de frágil não tem nada mesmo. Já li alguma coisa sobre o assunto, mas acredito na calma da mãe, por isso não se desespere e tudo isso vai passar… Se tiver um tempinho dá uma olhada nos links abaixo, quem sabe eles possam de ajudar. Beijossssssss!!!

    http://guiadobebe.uol.com.br/recemnasc/como_livrar_meu_filho_das_colicas.htm

    http://www.saudeinformacoes.com.br/bebe_colica.asp

    http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI24782-15325,00.html

  5. Ai, as cólicas…
    por mais que as mamães fazem, nada parece adiantar.
    Só o tempo e muita, muita paciência.
    Que Deus me dê força qdo for passar por isso.
    E que Ele esteja com vc nesse momento. Vai passar.
    Bjos.

  6. Oi Tati!
    Nunca tinha reparado na letra da musica… linda mesmo! e pura verddae!
    Amiga, qto à Mirela, só tenho uma coisa a te dizer: paciência! É uma fase (chata, é verdade), mas que há de passar logo logo!
    Não sei pq, mas prestando atenção vejo que normalmente os bebes sentem mais colica ao cair da noite… pq será hein? Comigo era assim… e eu chorava junto mesmo! Mas… um belo dia…. passou tudo isso! É só a gente ter paciencia mesmo, amiga!
    Vi as fotinhos da Mirela no orkut, achei lindas, um encanto! E olha, estou achando ela a cada dia mais a cada do papai!
    Bjus!

  7. essa música eh perfeita…diz tudo!
    sexo frágil…soh se for mesmo…ehehehe

  8. É isso aí!!! Sexo frágil??? Que nada, o que seria do mundo sem nós.

  9. Oi Tati..
    Sou mãe de primeira viagem tbm de um menininho que amanhã dia 10 de fevereiro completa dois meses de idade e sofro com as colicas dele…~
    Gostaria de saber quais alimentos voce parou de comer na amamentação e quais vc introduziu na sua alimentação, pois sofro muito vendo ele sofrer, e sei que é algo que eu como, mas até agora não descobri o que. Se puder me ajudar, se tiver alguma lista, ficaria mto agradecida.
    Deus te abençõe.

Leave a Reply