Maternidade: experiência para toda a vida

Post ultra-mega-hiper-gigante…Leia o que interessar! (Mirela com 3 meses e 23 dias)

Sexta-feira, 26 de março de 2010.

Vixe, nem sei como começar! =)

É isso que dá ficar sem escrever durante um tempão: cheia de coisas pra contar e com certeza detalhes que se vão…Mas vou tentar lembrar de tudo o que tenho pra falar… Ao final, vou com a contar minha experiência com a rotina proposta pelo livro Nana Nenê.

Pra facilitar as coisas, vamos por ordem cronológica…

Quinta-feira, 18 de março – Entrevista para matéria de revista

Chegou aqui em casa a revista Guia da Mamãe número 1/2010, com uma matéria sobre chá de bebê, com uma entrevista feita comigo! A repórter me contatou após ler meu blog… Mirela mais uma vez na mídia… Abaixo as fotos da revista e da matéria.

capamat_1mat_2Sexta-feira, 19 de março de 2010 - Feriado no Ceará

Papai Ju passou o dia inteiro conosco, assim como o restante do fim de semana…

Depois de um mês em Anápolis com os gêmeos, minha mãe chegou de viagem. Veio direto o aeroporto pra cá e trouxe presentes para Mirela e muita novidades sobre os meus sobrinhos. Depois de passar um mês cuidando de pimpolhos de pouco mais de 2kg, sentiu uma grande diferença ao pegar Mirela com seus 6 e poucos quilos…

Recebemos também a visita dos tios do papai Ju, de Sampa, que estavam por aqui…

Sábado, 20 de março de 2010 - Aniversário de casamento!!! Sete anos! (Ver post anterior)

Na madrugada, depois de dar a mamada da Mirela pro volta das 4h, fui beber água e me deparei na sala com um vulto escuro na parede…Fui ver e dei de cara com o meu presente de niver de casamento: um poster enorme com uma foto da Mirela comigo e uma cartinha carinhosa do marido, que achava que eu só veria as 6h quando acordasse pela manhã…risos… Foto do poster abaixo…

dsc03027

Depois de muito pensar e concluir que sair para jantar não seria uma boa (Mirela dorme as 18:30-19h!), decidi que poderíamos tentar ir almoçar num rodízio, assim, eu poderia escolher o que comer no buffet e comeria apenas carnes temperadas só no sal grosso. Assim fizemos…

Papai Ju sempre sonhou em ir a um restaurante com o carrinho de bebê, claro que com um bebê dentro. E assim foi a realização de um sonho. Chegamos as 11h, dentro da rotina de Mirela, horário dela estar acordada, migrando para a soneca que antecede a próxima mamada. Só nós no restaurante, o mesmo em que jantamos ano passado, nesta mesma data (Mirela foi gerada dentro destes 3 dias: 19-20-21 de março!). Ela ficou acordadinha no carrinho, brincou e, na hora da sua soneca, dormiu! E nós comemos! Eu comi arroz branco, beterraba e chuchu no vapor, pense! Tudo pra não fugir da dieta da amamentação. Adivinha que suco tomei? Manga! O mesmo de sempre em casa! risos… Mas aproveite muito as carnes! ra não dizer que não tive coragem de comer algo fora da prescrição da nutricionista, comi figos e pêssego em calda como sobremesa, morrendo de medo, devido ao alto teor de açúcar, mas comi.

Graças a Deus, deu tudo certo, a saída e o retorno. Chegamos em casa na hora da Mirela mamar e ao longo do dia fiquei observando se haveria cólica ou intestino preso, mas nada aconteceu.

Domingo, 21 de março de 2010 – Apresentação de Mirela na igreja

Eu tinha feito cálculos mirabolantes por causa do horário que teríamos que sair até chegar no culto as 10h da manhã. Estava tudo certo, não fosse a chuva que caiu de manhã cedo que fez Mirela estender seu sono até as 7h. Mas, no fim, deu tudo certo. Antes de 10h estávamos na igreja, eu, papai Ju e Mirela no seu carrinho de Penélope Charmosa, ocupando dois lugares da platéia (risos). A família que estava em Fortaleza, compareceu e amigos convidados também estiveram presente. Foi um lindo culto!

Mirela dormiu durante a primeira meia hora, no louvor, com aquela barulheira de gente cantando e tudo o mais… Não é a toa que dizem que os bebês se acostumam deste a barriga com alguns sons…Acordou bem na hora que fomos chamados ao palco. Estava linda, toda de lilás e branco e muito tranquila. E eu morrendo de medo dela dar um showzinho, uns gritos, um chororô…Nada disso aconteceu!

Só para esclarecer, nós evangélicos, não batizamos crianças, por entender que elas ainda não tem dicernimento para escolher o caminho que querem seguir. Assim, apenas levamos a criança para ser apresentada à igreja e consagrada ao Senhor, para que Ele abençôe, dê saúde e guie pelos Seus caminhos. Quando ela puder entender o que está fazendo, quando adolescente ou adulta, aí sim será batizada, por sua própria vontade e compreendendo o que o ato de batismo significa.

O pastor me convidou a falar antes de orar por Mirela e foi emocionante. Em breve posto o vídeo que fizemos. Enfim, foi um dia marcante e muito esperado.

O culto terminou beeeeem na hora dela mamar…Então, rolou um choro que me fez correr para o berçário sem me despedir de ninguém…risos… Ela mamou, fez cocô e nós assim inauguramos o berçario da igreja.

Como estava alimentada, decidimos ir almoçar fora novamente, num restaurante self service com churrasco. Novamente, eu comi arroz branco e beterraba, além das carnes. E arrisquei de novo o figo como sobremesa.  Arrisquei um suco prescrito pra mim que ainda não tinha tido coragem de tomar: goiaba. Tudo certo. Beleza!

E assim terminou nosso fim de semana: Mirela tranquila e calma, apesar de toda a agenda que tivemos. A chuva da segunda-feira e o cansaço do fim de semana renderam outra manhã acordando as 7h! risos…

Segunda-feira, 22 de março de 2010 – Muita coisa a resolver

Fiz contato com minha orientadora e co-orientadora avisando que estarei de volta ao batente em 12 de abril. Contagem regressiva…

Comecei a pensar no aniversário de 1 ano da Mirela e pedi orçamento em 6 buffets…Tudo pela hora da morte! Temos muito o que pensar! Vale mesmo a pena?…Aguardem cenas dos próximos capítulos!

Terça-feira, 23 de março de 2010 – Consulta de 3 meses com a pediatra – muitas novidades!

Mirela tá ótima! Ganhou exatamente 1kg, está com 6,510kg e 61 cm! Medidas todas okay! Muito bom, minha princesa!

A médica pergunta sempre: “o que ela tá fazendo de novo?”  Dessa vez, muito a responder: “assistindo tv, lendo livro, gritando quando conversa, prestando atenção em tudo ao seu redor, já percebe a cadelinha Mel subir e descer no sofá, segura um monte de coisas, ri muito, enfim…Ela deveria estar fazendo mais alguma coisa, doutora?” “Não, não, tá muito bom!”

A grande novidade da consulta: falei pra doutora que estarei voltando às atividades do doutorado dia 12 de abril e que tinha tentado ordenhar meu leite, mas sem sucesso, com desmamadeira ou manualmente. Tem mais uma série de coisas que estavam martelando na minha cabeça sobre continuar dando leite materno tirado do peito pra ela e que estavam me angustiando: será que vou conseguir tirar o suficiente? vou ter lugar pra guardar esse leite? será que vão descongelar e aquecer da forma correta? será que não vai contaminar na hora de ordenhar e nas outras horas? Como de cara eu não consegui mesmo tirar nem 30 ml, desisti e resolvi desencanar. Estava sofrendo muito por isso, mas já me sinto vitoriosa em chegar a 4 meses com amamentação exclusiva. Além disso, irei substituir uma ou duas mamadas apenas, por enquanto, podendo continuar a dar de mamar no peito até mais pra frente…enquanto ela aceitar.

Então, a médica já nos prescreveu uma dietinha diferente para Mirela a partir de quando ela fizer 4 meses (03/04) e uma vitamina que deverá ser dada a ela também. Ai, fiquei tão empolgada! Pensei que iria sofrer, mais não vejo a hora de chegar sábado que vem pra começar a dar o suquinho as 9h  e uma mamadeira de leite ao meio dia, horários que serão os que eu não estarei em casa a priori. Acho que vai ser uma experiência interessante, vê-la descobrindo coisas novas, novos sabores… A dietinha é bem legal, e contempla suco de qualquer fruta que possa ser feito com água, adoçados com mel Karo, devendo ser dado o mesmo sabor por pelo menos 3 dias consecutivos (vou mudar apenas semanalmente). A partir daí, devo começar a oferecer água também pra ela, ao longo do dia. Os outros horários serão de peito…A partir de 4meses e 15 dias, começam as papinhas de frutas naturais, que serão intercaladas com os suquinhos a cada dia. Não vejo a hora de começar, por incrível que pareça! Já tenho uma lista de coisas que precisarão ser compradas para essa nova fase, como mais mamadeiras, pratinhos, talheres infantis, essas coisinhas… E vou fazer uma escala de frutas para pregar na geladeira e a gente revesar! Falta só uma semana para minha menina começar a ganhar o mundo dos sabores! =) Vou começar a experiência junto com o papai, pra ele poder acompanhar tudo! Quando a babá chegar na segunda-feira, já terá a novidade implantada e será treinada para preparar o suco, o leite e dar as mamadeiras. Aliás, isso ela já está fazendo, porque coloquei-a para ler o livro o De Lamare enquanto não está com a Mirela, hehehehe. Ela lê e eu comento com ela. Recomendo fazerem isso com suas babás!

Estou muito feliz com a chegada dos 4 meses de Mirela, diga-se de passagem, sem cólicas há 8 semanas! Ela começar a tomar suco semana que vem, me dá também um leque de opções de frutas e sucos a tomar, pois o que fizer bem a ela eu poderei tomar e comer sem medo. E também posso retomar minha alimentação normal aos poucos, evitando ainda leite e derivados por enquanto.

Quarta-feira, 24 de março de 2010 – Consulta com a oftalmologista

Fomos então fazer o segundo teste do olhinho, dessa vez dilatando a pupila da Mirela. Tudo certinho! Claro que ela teve que ir pro peito pra Dra. Joana poder visualizar o fundo de olho, mas tudo bem…Aproveitamos também para nos certificarmos de que o ducto naso-lacrimal dela está de fato desobstruído. Para quem não sabia, nós descobrimos, próximo aos 3 meses de Mirela, que ela estava com este ducto entupido. Esclarecendo: não é que ela não produzisse lágrima, ao contrário, ela produzia lágrima mas não era drenada para o nariz como deve ser, por causa do entupimento deste ducto. Então, o olhinho ficava lacrimejando sempre. Mas com massagem no olhinho e muita oração, conseguimos resolver o problema, sem intervenção de sondagem! Graças a Deus!

MINHA EXPERIÊNCIA COM A ROTINA DO LIVRO NANA NENÊ (de Gary Ezzo e Robert Buckman)

Quando ganhei o livro Nana Nenê da minha família logo que contei da gravidez, comecei a ler e realmente não acreditava que alguém pudesse fazer o que estava descrito. Falava :”duvid-o-do que alguém consiga colocar um bebê nessa rotina!” Bastante cética, nem dei bola para os conselhos do livro assim que Mirela nasceu.

Nos primeiros dias de vida de Mirela, era tudo uma beleza: ela mamava por livre demanda e dormia o quanto queria até…acordar com fome de novo. Ela nunca deu trabalho para dormir, quer de dia, quer de noite. Chegava a dormir até 5h seguidas a tarde, dormia a noite toda se eu deixasse, mas eu a acordava para mamar. Só que não havia uma rotina e eu nunca poderia prever o que viria a seguir: dormirá por 2-3h, ou acordará em 50 minutos? Assim, ficava refém, esperando que ela desse a próxima cartada.

Quando porém ela começou a crescer e a ficar acordada mais tempo, as coisas começaram a complicar, porque eu nunca sabia o que fazer com ela e que horas ela mamaria ou dormiria de novo. E veio o período de cólicas, mais um fator complicador, porque eu tinha que adivinhar o tipo de choro: era fome, era sono ou era dor? Com exceção do período noturno (noites sempre tranquila, com muitas horas de sono seguidas sempre), os dias começaram a virar um tormento. Isso me deixou muito abalada, como escrevi num post anterior (Quando chega a hora de pedir ajuda).

Tudo começou a mudar, no entanto, após a visita de uma amiga minha, que me explicou que as mamadas deveriam ser de pelo menos 20 a 30 minutos, até saciar a fome do bebê mesmo e que ela não deveria dormir no peito. Antes, Mirela mamava só num peito, cerca de 5 a 10 minutos e capotava. E eu achava que isso era legal. Mas ela começou a querer mamar a cada 1 ou 2 horas e eu não entendia o motivo.  Recomecei a ler o Nana Nenê e, com a ajuda da minha mãe, comecei a tentar por em prática a rotina proposta pelo livro: os ciclos mamar- brincar -dormir. No livro, assim como no De Lamare, observamos que as mamadas devem mesmo ser em torno de 30 minutos. E eu nunca tinha me atentado pra isso, mesmo com tudo o que ouvi e li antes dela nascer.

Então começamos: Mirela começou a mamar acordada, mesmo que para isso eu precisasse fazer cócegas nos pés dela, ou me levantar várias vezes, ir trocar fralda, andar um pouco até ela arrotar, pra recomeçar a mamada, sempre controlada no relógio. Foi aí que percebi a grande mudança: ela começou a mamar bem, chegando sim as vezes a 30 minutos (mas uma média de 24 minutos, no geral) e depois ficava acordadinha, quando então eu a fazia arrotar e ficava andando um pouco com ela em pezinha pra fazer a digestão. Então ela começou a interagir de forma positiva, sem chorar durante o período pós mamada e, cerca de 1 hora e meia depois, começava a ficar enjoadinha: hora de dormir. E assim foi…dia após dia, comecei a perceber que aquilo ía se repetindo e que eu comecei a ter controle sobre as coisas. Cada hora tinha algo a ser feito, e se viesse um choro, dependendo da hora eu sabia do que se tratava. Foi quando comecei a conhecer os choros da minha filha: o da fome, o da dor, o do sono…sim, eles existem e são diferentes (outra coisa que eu duvidava veementemente que seria possível conhecer).

Então, hoje, nossos dias são previsíveis e eu consigo me programar até para dar uma escapulida ao salão deixando-a com a babá, pois sei que após alimentada, após um determinado período de tempo ela não chorará com fome. Ou ainda, podemos sair com ela após a mamada, pois durante aquele período, ela estará desperta e, na volta coincide de vir dormindo (hora do sono) ou mamando no carro (se extrapolarmos o horário e entrar na hora de mamar); mas se começar a chorar, basta olhar no relógio pra entender o motivo.

Nosso dia começa as 6h (ou horas quebradas, tipo 6:40, 6:20, etc…), com uma mamada, seguida de brincadeiras com o papai e a mamãe, assistir Vila Sésamo enquanto a mamãe toma café da manhã, e depois, hora do primeiro soninho. Seus soninhos são de 30 a 40 minutos (raro tem extrapolado, chegando a 1 hora e meia), acordando sempre na hora da próxima mamada, por volta das 9h (ou horas quebradas dependendo do primeiro horário), em geral, tranquilamente, sem escândalos, sem choro de fome. Depois da mamada das 9h, brinca um pouco e é hora do banho da manhã, para então, dormir de novo mais 30 a 40 minutos. Mamada do meio dia e tudo se repete. Mamada as 15h e tudo de novo, incluindo outro banho, com exceção à hora de dormir, que geralmente ela não dorme no berço e sim no meu colo na cadeira de balanço (tadinha! ela quer essa horinha comigo!). As 18h já estamos no quarto dela, no ritual de dormir: vestir o pijama, conversar e mamar até dormir. Às 19h está no berço dormindo, só acordando cerca de 8 a 9h depois (lá pelas 3-4h da manhã), quando mama uns 15 minutos dormindo e continua seu sono até as 6h, pra recomeçar o dia…

Antes de instalarmos um ar condicionado no quarto dela, não estava conseguindo fazê-la dormir a tarde de jeito nenhum, mas agora, todos os ciclos mamar- brincar -dormir se completam ao longo do dia. E eu que achava que era impossível…

A única coisa do livro que não consegui colocar em prática ( e duvido que alguma mãe brasileira consiga!) foi a questão de deixá-la adormecer sozinha, mesmo que berrando no berço…Sem chance! Isso é coisa pra povos menos passionais…definitivamente não é para nós mães brasileiras, muito sentimentais… Aqui, durante o dia, Mirela dorme sendo ninada no carrinho ou no braço, sempre com alguma cantoria de ninar; as vezes esperneia um pouco antes de dormir, mas é o choro do sono, que logo chega…Mas daí a deixá-la no berço esperneando e berrando sozinha, ah, isso eu não aguento não! Para o sono da noite, não tenho tido problemas, porque ela dorme mamando; as vezes mama e fica desperta, mas nada que uns embalos no carrinho não resolvam.

Resumindo: dá sim pra fazer uma rotina com a criança. Tem que começar em algum momento… Quando dei por mim, já estava dentro da rotina…E como o próprio De Lamare também fala: bebês gostam de rotina e ESPERAM QUE ELA ACONTEÇA! Dá pra perceber isto! O grande segredo de começar os ciclos e eles darem certo é a mamada: criança de barriguinha cheia não vai chorar à toa e ter dificuldade pra dormir!

Agora deixa eu ir que tá na hora do segundo banho do dia! =)

E viva a rotina!

Ufa! Espero não ter esquecido de  nada, mas se lembrar de algo depois, publico!!!

14 comments

  1. Li tudinho viu??? gosto de acompanhar o crescimento da Mirela!!
    Primeira pergunta: q livro é esse do de lamare?
    A Ana clara tb começou a comer outras coisinhas de 3 pra 4 meses!! ela adorou!!! mas continuou mamando até os 7 meses….acho q a mirela vai gostar tb!!
    admiro mto a rotina feita com o nana nenem. acho q é possivel sim!!!
    q lindo, a sua mãe foi direto pra aí do aeroporto!! ô saudade!!!!
    bom, um super bjo pra vc!!
    ah, e parabens pela reportagem!!!

  2. Ufa!
    Post gde, é verdade! Mas delicioso de se ler, tenha certeza!
    Vc está construindo um tesouro pra sua filhota com os seus registros, Tati! E vc deve saber pq digo isso né? já que estou às voltas com os 15 anos da minha Lila!
    Aos poucos tudo vai se acalmando… é sempre assim! Tenho certeza que vai ser assim tb qdo vc voltar pra facul…
    Um abraço!

  3. Eu tb li tudinho!!! Gosto muito dos seus posts e fico aguardando ansiosamente o próximo. Qual é o nome do livro do De Lamare?

  4. erika mota /

    mais um post muito bom de ler. ah e as dicas do anan nenê que ajudaram a mamãe de “segunda viagem” aqui, mesmo após ter lido De Lamares e a encantadora de bebês e não tinha rotina nenhuma, não podia dar umas saídas rápidas nem até a farmácia… bem, melhor com o ciclo estabelecido. O sonho seria uma noite de 6hs seguidas, mas me contento com as 3 ou 4 h dadas pela pequena! Mirela está linda e com certeza muito feliz com o que a mamãezona dela proporcionou esses 4 meses e a partir de agora serão tantas novidades para ela. O despertar para as coisas, cores, movimentos, barulhos (que já começaram desde cedo!) e como ela é precose até os pés já descobriu! E o paladar!!! suquinhos e frutinhas q delícia! em breve espero q Yasmin também esteja se deliciando com essa novidades! Matheus adorou a banana de primeira!

  5. oi tati, também li tudo pois fazia tempo queria saber se estava conseguindo colocar as dicas do livro na pratica, pois eu releio toda semana para lembrar de tudo.

    engraçado que nessa semana li um artigo de uma dra. no site guia do bebe contra isso e escrevi oara o email dela dizendo que estava confusa , pq uns dizem uma coisa e outros dizem outra.

    ela me respondeu e tive vontade de enviar para você e para flávia.

    você enviar para você dizer o que você acha. tá certo? depois você ne diz o que acha. FICO FELIZ DE TER CONSEGUIDO COLOCAR A ROTINA DO LIVRO, TAMBÉM TENHO O DE LAMARE GOSTO MAIS DELE AS VEZES PQ É NÃO É TÃO RÍGIDO E É DE UM MÉDICO NÉ.

    BEIJOS.

  6. Oi Tati, tudo bem?

    Como essa questão da rotina, regras, limites e etc são importantes na vida das crianças, não sei se vc sabe eu sou psicóloga, e ja li muito a respeito disso, mas claro não conseguia visualizar como isso funcionaria, agora que estou na reta final (29 semanas…ui) tenho voltado a ler sobre isso, mas claro que tudo irá depender também de como meu Antonio vai reagir… enfim, é mto bom que desde o inicio a Mirela seja criada em um ambiente tranquilo e que tenha regras, quero que meu filho tb tenha esse privilegio.
    Ah, o pôster ficou lindo, amei!rs
    Beijos

  7. Aline Bretas /

    Pois é Tati, e vamos nós entender a vontade de Deus?? Desde sexta-feira a noite que comprei o leite Ninho e comecei a dar a ele (relutando muito por não ser apropriado para a idade dele) ele está mamando direitinho de 3h em 3h ás vezes até menos cerca de 100ml deixando só um pouquinho no fundo da mamadeira… pra quem com custo tomava 30ml… hoje de manhã mamou bastante que até vomitou boa parte, acho que como passou a noite toda dormindo (a última mamada foi a meia noite) e o estomago dele ainda está pequeno por tanto tempo comendo quase nada, que quando levantei com ele pra arrotar foi só o jato e ele morrendo de rir como sempre! Mas… se é esse leite que ele quer tomar o que posso fazer? Bom que é mais barato rs… vamos pensar pelo lado positivo né? é o único que ele ta gostando e é menos da metade do preço dos outros! Bom, meu marido desde os 2 meses de idade tomou e sempre foi super saudável! vamo q vamo!!! beijos pra voces especial na bochecha gostosa de Mirela q já já Theo vai ter uma igual rs…

  8. Nossa, acho que este post bateu record, não só pela quantidade de palavras, mas pela intensidade delas nessa história, que não me canso de acompanhar e de parabenizar, porque vocês são fantásticos… Infelizmente não consegui ler a entrevista, a fonte é muito pequena, mas enfim, sei que deve ter sido maravilhoso. Já comecei a ler o blog desde o começo para ficar ligada aos acontecimentos da minha gravidez e tudo está sendo muito útil para mim… Lembro de você ter escrito alguma coisa sobre as semanas de gestação, e estou nessa, meu médico disse 10 semanas e o ultra 8 semanas e 5 dias… estou confusa, mas na próxima consulta quero me preparar para perguntar tudinho, porque esquecemos mesmo… Ainda não comprei nada, estou esperando completar o 3 mês para ter mais certeza, na verdade estou com medo… mas, peço a Deus que dê tudo certo!!!
    Tati obrigada por compartilhar sua experiência conosco… estou adorando, e acho eu não foi por acaso que um dia te descobri… BEIJO ENORME PARA ESSA FAMÍLIA LINDA!!!

  9. Oi linda,

    Nossa, quanta novidades! Adorei o post!
    A medida em que a Mirela for crescendo você também vai descobrindo a delícia que são as mudanças no desenvolvimento dela.
    Adorei a foto do post! Show de bola!
    Você está certa mesmo quanto ao aniversário de 1 aninho: temq ue começar a ver tudo bem antes, até mesmo porque os preços não estão ajudando né?
    O da Maria Vitória eu fiz em casa mesmo, até os 02 anos.
    Depois disso já passei a fazer na escola e ela adora… até mesmo porque os convidados são os próprios amiguinhos dela. Posso ajudar você no que for preciso, tá?
    Milhões de beijos para vocês duas e aguardo o próximo post, tá?

  10. Li seu blog e acho que apesar de vc’s estarem encantado c/ a chegada do primeiro filho já tendo idades avançadas. Vc vive um pouco no mundo fantástico de BOBY, porque tudo pra vc tem que ser uma coisa programda, sobre medida e ultra mega fantastica. Sua filha tem que peidar com cheiro X, porque se ela peidar com cheiro x+y, hum!!! Vc até hj tá na dieta da amamentação???? Meu Deus!!! Que isso!!! Se sua BB mamar até os 03 anos vc vai ficar na dieta? Louca reparando o peido e a carinha dela se vc tomar um copo de guaraná…
    A Mirella não é um programa de computador e sim um ser humano. Não programe sua filha a risca. Leia o livro: Os segredos de uma encantadora de Babá, acho que depois vc vai aprender que rotina, não é ficar louca que o culto acabe pra vc dar de mamar… relaxa querida.

  11. Olá, Monique, como vai? Espero que bem!

    Primeiramente, seu comentário feito em meu site, para que possamos conversar sabendo do que estamos falando:

    “Li seu blog e acho que apesar de vc’s estarem encantado c/ a chegada do primeiro filho já tendo idades avançadas. Vc vive um pouco no mundo fantástico de BOBY, porque tudo pra vc tem que ser uma coisa programda, sobre medida e ultra mega fantastica. Sua filha tem que peidar com cheiro X, porque se ela peidar com cheiro x+y, hum!!! Vc até hj tá na dieta da amamentação???? Meu Deus!!! Que isso!!! Se sua BB mamar até os 03 anos vc vai ficar na dieta? Louca reparando o peido e a carinha dela se vc tomar um copo de guaraná…
    A Mirella não é um programa de computador e sim um ser humano. Não programe sua filha a risca. Leia o livro: Os segredos de uma encantadora de Babá, acho que depois vc vai aprender que rotina, não é ficar louca que o culto acabe pra vc dar de mamar… relaxa querida.”

    Agora, minha resposta:

    A princípio, gostaria de saber sobre você, se tem filhos, quantos, qual a sua idade? Em geral, respondo a todos os coments do meu site e é sempre bom conhecer as pessoas que comentam, até para saber também de suas experiências.

    Estou te escrevendo no dia em que minha filha (Mirela, com apenas uma letra L, a propósito) completa 4 meses. Neste momento, ela tira sua primeira soneca da manhã, momento em que já tomei banho, já arrumei as coisinhas do quarto dela e, oba! tenho tempo de vir ao computador escrever um pequeno post para ela pelos seus 4 meses e responder os coments, como estou fazendo agora. Nem todas as mamães com filhos de 4 meses conseguem fazer isso pela simples falta de rotina dos seus bebês. Leia-se por rotina, a previsibilidade dos acontecimentos do dia, pelo simples motivo de você ter conseguido fazer seu filho perceber que há hora para cada coisa: para brincar, para dormir, para comer, como na nossa vida de adulto…Ou você não teve uma rotina desde criança, quando seus pais te acordavam para você ir à escola, hora do almoço, hora de fazer a tarefa de casa, de dormir?…

    Não sei se você leu mesmo todo o meu blog. Acho que não, pois talvez se tivesse lido entenderia melhor que não estou definitivamente vivendo no mundo fantástico de Bob, muito pelo contrário. Você sabe o que é “baby blues”, depressão pós-parto? Você sabe o que é nunca ter colocado um récem-nascido nas mãos até os 34 anos de idade e de repente se deparar com um nas mãos para cuidar e criar? Você sabe o que é ter um bebê de 1 mês nas mão chorando desesperadamente de 17:30 à 1:30 da manhã do dia seguinte (isso mesmo, 8 horas initerruptas!) com cólicas sem que remédio, massagem ou banho algum fizesse efeito? Pois é…todas essas situações foram as que passei há 4 meses atrás, qdo Mirela nasceu, das quais ainda estou me recuperando e tentando vencer, pois há dias em que não são fáceis mesmo, como PARA QUALQUER CRIANÇA!

    É por esses e outros motivos que não convém eu te falar, que tenho feito o maior esforço para dar amor e carinho à minha filha, fazendo sim o esforço da dieta (a propósito, comecei a sair da dieta esta semana que passou; comi até um pedaço de chocolate!), na esperança (e acertamos eu, a nutricionista e a pediatra!) que as cólicas não voltassem, pois foram dias de pura insanidade quando ela teve sua crise mais forte, próximo aos 2 meses.

    A propósito, adoro quando Mirela peida! Sinal que os gases não vão ficar presos e ela não terá nenhum incômodo! Sejam bem vindos os peidos e arrotos dela! Não os conheço bem, se são X ou Y, mas sei que peida muito e graças a Deus nunca passou sequer um dia da vidinha ela sem fazer cocô, como algumas crianças que sofrem de prisão de ventre e passam até 5 dias ou mais sem evacuar. Mas se assim o fosse, estou preparada, pois na farmacinha dela tenho supositório de glicerina desde que ela nasceu…vai saber como o intestino da minha filha ía se comportar, né? E, ah! Não quero que Mirela mame até 3 anos não! Acho feio criança grande pendurada no peito. Ela vai mamar até quando houver nessessidade e enquanto for bom pra ela do ponto de vista nutricional!

    Queria que você soubesse que o intuito do site não é sugerir que as pessoas façam o que eu faço, mas sim compartilhar as angústias e os anseios (e também as conquistas, por que não?) de uma mãe de primeira viagem, título do meu site. Apesar de que eu conheço mães de segunda viagem que estão passando pelo mesmo que eu e encontram no meu site um lugar em que se identificam e podem desabafar também, em coments que em geral prefiro não publicar, ou mesmo me mandando e-mails e compartilhando suas experiências.

    Obrigada pela dica do livro (não conhecia). Vou me informar sobre ele e quem sabe até comprar para ler, pois é sempre bom ter visões diferentes de um mesmo assunto. E, ah! Não fiquei louca pro culto acabar pra dar de mamar. Por coincidência o culto terminou as 11:40h e Mirela começou a chorar porque faziam exatametne 3h que ela havia mamado em casa, às 8:40h.

    Bem, é isso! Espero que você tenha conhecido um pouco mais de mim e que tenha compreendido minha razões, apesar de que eu não precisaria que você compreendesse. Espero também conhecer um pouco mais de você, para quem sabe, entender a suas razões em ter escrito o coment acima. Acredito que suas experiências como mãe devem ter sido ótimas! Então, que tal me contar um pouco sobre elas?

    Cordialmente,
    Tatiana Bachur
    http://www.tatianabachur.com.br

  12. Ivelise /

    Olá Tatiana,
    Adorei seu blog…obrigada por sua disponibilidade em compartilhar conosco suas experiencias…algumas delas até intimas…eu que estou na 29 semana e serei mãe de 1ª viagem aos 38 anos (idade avançada né..). É preciso dizer que foi por opção..quiz priorizar outras coisas – antes de assumir o papel mais importante da minha vida…ser mãe. Batalhei e tive varias conquistas pessoais e profissionais, viajei, namorei, curti meus amigos..enfim..tive tempo pra fazer várias coisas legais pra mim e pra minha familia. Hoje tenho uma profissão estabilizada, tenho equibilibrio emocional e financeiro pra tocar minha vida e cuidar da minha Valentina com os valores e experiencia acumuladas em 38 anos de vida. Tenho convicção de que agora é a hora…que estou pronta para mais este desafio e Tatiana, não se incomode tanto com os coments de pessoas que não tem o coração e mente abertas, talvez falte uma boa dose de experiencia…um pouco mais de idade pra entender que não se trata de viver no mundo de Alice (ou Bob como citou nossa amiga) e sim educar nossos filhos com bons hábitos e valores desde cedo.
    Novamente obrigada Tatiana. Seguirei lendo seus artigos e tenha certeza de que vc me ajudará muitos com suas experiencias.
    Abs,
    Ive

  13. Super post!!
    Amei tudo…
    Rotina na vida do bebê é o que há..Alice desenvolveu a velocidade da luz depois que introduzi rotina nela!
    E diferente do que a visitando ai de cima disse (Monique), a minha Alice, assim como a sua Mirela não são robôs não!
    Alice por exemplo, tem dias que dorme e ultrapassa a marca das 3 horas de intervalo das mamadas e tem dias que tem fome antes..fora a dormida no peito que acontece, mesmo que ocasionalmente.
    Xiii, bebês tem dessas coisas e nós estamos aqui para aprender com eles não é mesmo?rs

    Super beijo!!

  14. tati, tú ja resolveu se vai fazer o niver da mirela? Tô querendo fazer uma festa simples pra família e uma simples mas divertida(com direito à pula-pula e presentinhos) pra ciranças carentes de alguma instituição. Uma forma de agradecer ao Senhor por eu ter conseguido amamentar minha filha e por minha pressão ter controlado(pois tive HAS dois dia após a lelê nascer). Ainda tô escolhendo qual vai ser a instituição, pois tem q ser um local que disponha de espaço pra isso!!!

Leave a Reply