Maternidade: experiência para toda a vida

Como é ser mãe de uma bebê de 1 ano… (Mirela com 1 ano e13 dias)

Quinta-feira, 16 de dezembro de 2010.

Há 13 dias sou mãe de uma criança de 1 ano…É estranho aquele bebezinho, antes minúsculo e indefeso, hoje tomar conta da casa, literalmente.

A sala da nossa casa virou playground, ao pé da letra, daquele que tem casinha montada, piscina de bolas e brinquedos de todos os tamanhos e tipos espalhados pelo chão, além de outras coisas que não são primariamente brinquedo, mas que eventualmente se transformam em um, como caixas de dvds, controles, celulares e qualquer outra coisa que esteja dando sopa por aí.

Depois que Mirela disparou a andar pela casa toda (sem ao menos deixar que a gente segure na mão dela), o chiqueirinho virou…chiqueirinho, de verdade! Agora, vive entulhado com os brinquedos-que-não-estão-sendo-usados-no-momento, ou qualquer outro bagulho que a gente não queria que ela mexa. Isso quando ela não inventa de tentar escalar o chiqueirinho por fora para entrar, para nosso desespero…DE repente, quando a gente pisca o olho, tá lá ela, pendurada com os dois pés na tela do cercadinho, se esticando para pegar alguma coisa que está lá dentro…

Mudei um monte de coisinhas no quarto da Mirela, para adequar à nova fase. Mudei coisas de lugar, coloquei um cesto de brinquedos também no seu quarto (antes tinha apenas uma caixa na sala) para que ela fique indo e vindo, levando e trazendo brinquedos de lá pra cá, uma graça! O baú está cheio de brinquedos novos, aguardando a hora de serem usados, uns para idade mais avançada, outros para serem dados em breve, um de cada vez, pra que ela tenha tempo de completar o ciclo curtir-enjoar-curtir de novo.

Os sapatinhos, que ficavam numa prateleira alta, agora foram para a sapateira, na parte debaixo do guarda roupas dela, porque afinal, agora ela anda por aí como qualquer um de nós, e suja os sapatos como qualquer um de nós… Nada de colocar sapato na boca, então! Já passeou em shopping, em praça, no consultório médico soltinha da silva, acenando com a mão para todo mundo e sorrindo, super simpática. A mamãe aqui só baba e está cada vez mais apaixonada! Ô fase linda essa! Ela adora quando encontra a porta do guarda roupas aberto e vê aqueles sapatos coloridos bem ao seu alcance…desarruma tudo em um segundo!

Agora, minha pitchula pede água – quase falando a palavra certa, algo como “dá ábua”; pede comida, batendo as mãozinhas como a babá ensinou, igual um clipe da Xuxa, que fala “bananinha amassadinha…”, ou escalando na gente quando estamos sentados à mesa comendo alguma coisa; se for pão, ela quer uns pedacinhos, mas bolacha também serve! A mamis aqui não pode tomar nada na frente dela, que ela logo rouba o copo para tomar também; por isso, temos procurando não tomar refrigerante na frente dela, para que não tenhamos que oferecer-lhe o tal “veneno”…

Já come a comida da casa, claro que devidamente amassada com o garfo, visto que continua com seus apenas 2 dentinhos. Pela manhã, é leite integral (de caixa mesmo) com um pouco de achocolatado, já come danoninho e detestou pudim! A dieta está então liberada geral pela pediatra, evitando, é claro, enlatados, embutidos, frituras, condimentos e guloseimas.

Para meu desespero, fará seu primeiro exame de sangue, assim como o de fezes, o que estou adiando para depois das festas. Nada de urgente; apenas exames de rotina pedidos pela pediatra, que por sinal tem nos surpreendido sempre com seu zelo – estamos com ela desde a sala de parto e pretendemos não mudar, pois tem se mostrado uma profissional muito atenciosa! Já tomou as cavalares vacinas de 1 ano (3 furadas em um dia só, uma em cada canto, quase morro!). E já fez consulta de 1 ano com a minha amiga oftalmologista, que passou uma “tarefa de casa” para numa próxima consulta, quando Mirela estiver falando, ela fazer o exame de vista “lendo” os desenhos de um cavalo, um cachorro e uma menina. Já estamos treinando! kkkkkkkkkkkk

Como diria Dr. De Lamare, com 1 ano, os bebês querem mais é aprender e explorar. Engordar já não é o principal, pois gastam muita energia. E como gastam! Mirela ainda dorme um cochilo de 30 minutos pela manhã e outro de 1h e meia a 2h a tarde, mas o resto do tempo, é correndo pra lá e pra cá, cutucando a cachorra, insultando a diarista para que ela diga “eu vou te pegar!”, transportando brinquedos da sala pro quarto e vice-versa, assistindo tv, chamando “bvó bvó”, enfim, curtindo cada descoberta.

Lembra dos meus punhos? Pois é, estão curados, pois quase não preciso mais carregar Mirela no colo, afinal, a menina já está independente para ir e vir, andando alegre e satisfeita. E nem preciso ninar mais no colo em hora nenhuma para ela dormir; faltava parar com essa mania nas sonecas diurnas, mas agora, já foi…Basta deitar no berço ou na cama e o soninho vem. Uma moça!

Desde o dia da sua festinha de 1 ano, trocou o bebê conforto pela cadeirinha de carro para crianças a partir de 1 ano, de frente, e fica toda boçal, olhando pela janela, nem quer papo com quem está do lado no banco de trás.

Já aprendeu o que é “não” e sacode o dedinho e diz “nananinanã”, do mesmo jeito que a gente fala pra ela quando está na iminência de fazer uma coisa proibida, tipo abrir a gaveta da cozinha ou pegar os cds do papai Ju.

Enfim, ela está crescendo, gente! E é notório o desenvolvimento a cada dia…Tem horas que dá uma saudade daquelas do tempo em que ela era miúda, andava no colo, dormia nos braços, sorria banguela, só gostava de mamão…Temos agora um mini serzinho andando entre nós, disputando espaço, fazendo traquinagens, levando tombos, ouvindo “nãos”, nos imitando atendendo o telefone, ligando a tv, pedindo para colocar o dvd preferido, apontando para o que quer…E daqui pra frente só novidades virão, com certeza!

Depois de mais uma noite de 10h de sono, amanhã qual serão as surpresas??? Vou dormir para que o amanhã chegue logo, e com ele, mais peripécias e espertezas de minha bambina de 1 ano e alguns dias…

Ah, só pra vocês babarem mais um pouquinho: quando vai começar o Hi 5, no Discovery Kids, a gente fala pra ela e ela corre pra sala com a mãozinha fazendo “5″… É ou não é pra babar?

7 comments

  1. Que legal passar por tantas experiências.
    Mais emocionante de tudo isso é ver ela crescer como ser humano e você como mãe atenciosa, prestando atenção em tudo isso,vivenciando e CURTINDO cada momento.

    Mi tem uma mãe incrível!

    Bjokas

  2. Tati
    Impressionante como esses bebês mudam de sexo e de cidade, mas as peripécias são as mesmas!! A sala daqui de casa tá igual com Artur, que tb tenta subir por fora e mata a gente de preocupação. Boa demais essa fase deles de quererem ser “gente grande” né? Estamos adorando!!
    Beijinhos pra vc e pra pequena!
    PARABÉNS PARA AS DUAS!

    Bjim

  3. Olá Tati,

    Tenho acompanhado vcs desde o nascimento da Mirela, e agora que sou mãe, vejo como é maravilhoso ver nossos pimpolhos crescerem, aprenderem coisas novas, eles realmente dominam nossas vidas! É muito BOM!! Parabéns pela Mirela, ela é uma benção de Deus!
    beijos
    Anna mamãe do Antonio

  4. Engraçado a sintonia, eu já ia escrever um comentário perguntando como era ter um bebê de 1 ano.. e aí vc escreve um post sbre isso.. maravilhoso!
    Pedro está com 7 meses e 20 dias, está aprendendo a se levantar sozinho no cercadinho, pq pega na maozinha e aí pronto. Está comendo bem , com sopa tbém a noite. Está para nascer mais 3 dentinhos, 2 superiores e o outro inferior. Toda a noite ainda acorda qdo o bico sai da boca.. aí vou lá e coloco. Parece que aprendeu a dar tchau, pelo menos agora tá com uma mania de balançar os braços quando alguém chega ou sai. rsrsrs

    Beijo Grande a todos vocês… Ah! Vou ligar pra combinar uma visita do Pedro a Mirela e eles brincarem nesse playground

  5. Ela tá msm uma mocinha, tati!!!
    Parabens pela sua filhota, parabens pros papais que tem sido parte fundamental no desenvolvimento da Mirela, com tantos estimulos!! Que o Senhor continue abençoando a sua casa! E nunca se esqueça “ensina a criança no caminho em que deve andar, e ela nunca se desviará” benção maravilhosa, responsabilidade enorme dos papais mas que vale mto a pena!!
    Bjoos!

  6. Olá, Tati.
    Primeiramente, quero parabenizá-la pela sua linda filha, tenho certeza que ela é uma benção na sua vida. Bom, meu nome é Paula, não tenho blog mas acompanho o seu já tem um tempo e acho vc uma mãe nota 1000. Sou uma gestante de primeira viagem, estou com 23 semanas, vou conhecer minha borboletinha em abril. Não vejo a hora.
    Bem, ela nem nasceu ainda mas já me preocupo com tantas coisas, e uma delas é o acompanhamento de uma boa pediatra e percebo que a sua pequena é muito bem assistida por uma, assim como vc mesma afirma, e como também moro aqui em Fortaleza, gostaria de te pedir o contato da pediatra da mirela, se vc não se importar é claro.
    Meu sobrinho é acompanhado pela pediatra da equipe da minha obstetra e acho ela muito fraquinha e desinteressada e queria muito ter uma boa assistência para minha Julia, já que tudo é muito novo para mim.
    Bom, espero que vc não ache muito abuso da minha parte, pois sei que vc tb passou por muitos momentos de dúvidas e inseguranças, mas agora já deve até dando aula de como criar bem um bebe…rsrs
    Vou continuar seguindo seu blog, embora não tenha muito interesse em criar um, mas vou pegando as boas dicas das ótimas mamães nesse mundo da blogsfera.
    Que Deus continue abençoando sua família.
    FELIZ NATAL!!

  7. Tati,

    É muito engraçado mesmo, como as crianças são iguais na maneira de agir…srsrsrs
    A sala da minha casa tbém virou um play só, é brinquedo espalhado para todo lado..
    Tati,
    Um super FELIZ NATAL, Deus abençõe vcs e toda sua família em especial a Mirela..

    beijos

    Regina e Samuel (10 meses)

Leave a Reply